Posso ir?

Eu fico fascinado escutando meus amigos quando os encontro e eles dizem: A mulher me deixou vir, mas…Parai. Para. Para tudo. Como assim me deixou vir? E o mas…? 90% das mulheres (para tentar ser simpático não dizendo que são em sua totalidade), querem castrar o homem. Mulheres são castradoras hábeis.

– Vem cá, pergunto eu, me diga uma coisa: Por acaso esta criatura que te deixou sair de casa é tua mãe?

A mãe nos impunha limites o que era além de aceitável muito correto, pois como crianças precisávamos conhecer o certo do errado, saber até onde poderíamos ir sem causar o mal a outro e isto sim era adequado para nossa educação. Ai os homens de hoje, sem se der conta deixaram suas mulheres se transformarem em suas mães…e não venham me dizer mulheres que isto acaba acontecendo porque o homem necessita de cuidados, cuidados estes que todos desejam – mentira. Homem nenhum quer isso, ele quer sim a mulher que casou, mas que acabou levando a esposa.

Começa por ai já. A mulher casa com o marido, não com o homem. Ela casa com a segurança que sempre necessitou. Já o homem quer uma mulher e é prometido isto a ele – Eu vos declaro marido e mulher – mas já desde o início é enganado e nem percebe – acha que a mulher prometida que ele quer é a “esposa” que foi sua namorada, mas ela é a mulher que se transforma na mãe. Como mulher e não esposa, ela pode ser a namorada que vira mãe.

Homem é simples, ele quer a mulher, a companheira de alegrias que ele conheceu ao iniciar o namoro. Já a mulher vai preparando o terreno para o “ninho” onde ela vai dominar todas as ações.

Eu fico com pena destes coitados homens, principalmente quando escuto ou leio discurso de mulheres que tentam infantilizar os homens que não se submetem a suas garras de “esposas mãe”. Elas dizem, como tem homem criança que não conseguem levar uma vida séria a dois. Eu escuto – Temos que aprisionar estes tb, pois eles são um perigo para nossa família, são homens ainda, não conseguimos transformá-los em nossos bonecos castrados e eles ameaçam nosso status quo, nossa segurança.

Esta dinâmica é extremamente perversa, pois o homem ainda é o caçador, aquele lá das cavernas e a mulher é ainda aquela que cuidava da caverna e mantinha próximo todos os seus. OK, precisavam comer, mas saia, cace e volte logo pra casa para nos proteger. Saia somente para buscar comida e nada mais. Assim ainda caminha a humanidade, da mesma forma de 5 milhões de anos atrás.

Libertem-se homens, atualmente já tem alarmes, celulares, portas de segurança. Você será achado em qualquer lugar sempre para trazer a “segurança” ao lar. Vocês não precisam continuar sendo os cordeirinhos da mangedoura, podem ser seres sociais que trocam e se divertem com os seus. Nosso papel não é este, o de seres castrados. Libertem-se e sejam felizes, e pelo amor de Deus, parem de dizer: Minha mulher me deixou sair, mas…!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s